21 de nov de 2008

Ainda falando do óbvio....Artista inglês Damien Hirst reconhece que arte está cara demais

da Reuters:
O artista plástico inglês Damien Hirst O inglês, de 43 anos, a quem se atribui uma fortuna de cerca de 200 milhões de libras (R$ 681,72 milhões, aproximadamente), acrescenta: "Acho que [o ajuste nos preços do mercado da arte] é bom, pois haviam se tornado irreais".
"A gente começava a acreditar que estava ungido por Deus. Sempre pensei que a arte vale o que querem pagar por ela", disse.
Hirst afirma que sua obra futura será regida pelas leis do mercado. Quando se quer vender uma obra nova e as pessoas não têm mais, ou o artista não se importa, "ou espera até que todos possam comprar sua obra ou as vende mais barata", diz.
No entanto, o artista inglês expressa seu desejo de criar mais obras de ouro, após o êxito de "The Golden Calf" (o bezerro de ouro, em tradução literal) um animal conservado em formol com chifres e patas de ouro criado para seu bem-sucedido leilão na Sotheby's.

Nenhum comentário:

Postar um comentário