30 de mai de 2008

Uma lembrancinha digital feita com nanquim!!!!!!!!!!

Outro personagem: Inodoro Pereyra, el renegáu


Outro personagem memorável de Roberto Fontanarrosa: Inodoro Pereyra é um gaúcho que leva uma vida miserável mas tem a sorte de se encontrar, na solidão imensa do pampa, com figuras estranhíssimas.
O legal é que seu cachorro "El Mendieta" é mais inteligente que ele, e claro, fala...

Uma tirinha completa de Boogie, el aceitoso


Este personagem é nojento, uma paródia dos mercenários americanos, violentos, sem ética nenhuma (naturalmente) e racistas.
...É uma delicia odiar este personagem !!!!

Uma lembrancinha....


Este post está em clima de fim de semana, menos didático mas não menos inteligente...
O cartunista é Roberto Fontanarrosa, meu preferido.
Ele criou dois personagens que já entraram para a história: Inodoro Pereyra e Boogie, el aceitoso.
Apresento os dois para os amáveis visitantes do blog...

24 de mai de 2008

Uma lembrancinha do Mestre Rafael, estudos de Madonna.....

Mais umas de Giacometti


Os desenhos de Giacometti






É bom lembrar que quase toda obra nasce de um pensamento que é registrado no papel, por isso o desenho sempre foi a ferramenta mais valiosa para criar nas artes visuais.
Absolutamente todos os escultores modernos esboçavam sua idéias e seus desenhos tem uma peculiaridade: é raro ver neles excessivos sombreamentos, detalhes...
Os esboços para esculturas tem uma dinâmica própria, parecem captar os movimentos em 360 graus da mente dos artistas.
Giacometti além de escultor era um grande retratista, suas pinturas estão entre minhas preferidas, mas não vou postar nenhuma por enquanto, estou tentando manter o foco na escultura e no desenho...!
Apreciem alguns desenhos do grande Giacometti.

O Cachorro de Giacometti


Giacometti fez esta escultura em 1951 que podemos chamar de auto-retrato...
O artista conta como criou a obra:
"Um dia estava caminhando sob a chuva pela Rue de Vanves, próximo às paredes dos prédios, talvez um pouco triste, me senti como um cachorro. Aí eu fiz essa escultura."

Alberto GIACOMETTI





Alberto GIACOMETTI (1901-1966) escultor nascido na Suiça. Artista das vanguardas modernistas, conviveu com Picasso, Sartre e Jean Genet.
Frequentou o círculo surrealista até 1934. Após este período sua obra se caracteriza pela representação intensa e dramática da figura humana, com superfícies irregulares, e os corpos exageradamente alongados.
O artista se identificava com o movimento existencialista de Paul Sartre.

Vamos falar dos modernos...






Os posts anteriores eram sobre alguns escultores contemporâneos. Cansei um pouquinho de tanta pósmodernidade...Aí decidi colocar uns posts com artistas modernos.
Só para esclarecer, chamam-se modernos aqueles artistas que criaram suas obras e definiram estilos no período de 1910 até aproximadamente 1960.
Estes estilos também foram denominados de "vanguardas", tais como o Cubismo, Surrealismo, Dadaismo, Futurismo, etc.
Vamos então ao desfile de estrelas:
Jean Arp, Alberto Giacometti, Constantin Brancusi, Pablo Picasso e outros !!!!!

18 de mai de 2008

Uma lembrancinha do Mestre Dürer, auto-retrato de 1491

Rachel Whiteread, o vazio das coisas






Rachel Whiteread (Londres, 1963) é um dos nomes mais conhecidos da geração de escultores que começou a se destacar nos anos 80, o YBA – Young British Artist, sensação no mundo da arte, do qual fazem parte Damien Hirst e Marc Quinn.
Rachel Whiteread materializa o que não se vê, fazendo o molde do “vazio” dos objetos ou ambientes.
Tornou-se conhecida com o trabalho "House", de 1993, um molde de cimento do interior de uma casa vitoriana.
Outra obra anterior que chamou a atenção do público foi "Ghost", o molde do interior de um quarto, exposto na Chisenhale Gallery em Londres. A escultura era um grande cubo de gesso, composto por vários cubos menores dispostos uns sobre os outros com precisão.

Em 1993 foi a primeira mulher a ganhar o importante Turner Prize.
Em 1998,nos EUA, fez o molde do interior de uma caixa d´agua em resina translúcida, que foi colocada entre duas caixas d´agua reais.
Em 2005 fez o molde da área interna de 14,000 caixas, criou com elas uma instalação chamada 'Embankment'

Seus trabalhos tem a capacidade de evocar um certo mistério a partir de objetos reais e cotidianos, além de surpreender pela dificuldade de execução dos moldes e sua reprodução.

17 de mai de 2008

Family Romance de Charles Ray


Family Romance de 1993. Fibra de vidro pintada e cabelos sintéticos.
Esta escultura, apesar do realismo, cria um estranhamento devido à alteração da escala, todos os membros da família, pais e crianças tem a mesma altura.
Propõe assim algumas leituras, desde erotismo a alterações nos papéis de cada membro de uma família típica e, apesar de seu realismo, uma artificalidade por parecerem manequins.

Cortesia: The Museum of Modern Art

"Unpainted Sculpture" de Charles Ray


Esta peça, chamada Unpainted Sculpture, começou com a compra de um Pontiac em um leilão de carros envolvidos em acidentes.
O artista desmantelou o carro peça por peça, fez moldes de todas e as reproduziu em fibra de vidro e as montou novamente como um kit de automodelismo. A escultura levou dois anos para ser feita.

Image Copyright: Courtesy Walker Art Center

Charles Ray, escultor americano




Artista nascido nos EUA em 1953, um dos nomes mais destacados da escultura atual.
Seus trabalhos, sempre figurativos, costumam brincar com a escala,figuras gigantescas mas com a artificialidade típica dos manequins Ou um carro de bombeiros em escala real porém com o aspecto de um carrinho de brinquedo.
Fez também esculturas figurativas, corpos nus, inclusive auto-retratos.

6 de mai de 2008

inspiração para desenhar cabeças



aulas no atelier em julho



CURSOS INTENSIVOS JULHO 2008. ATELIER LAURA NEHR. São Paulo/SP

Inscrições abertas para os cursos de férias de julho/2008.
Serão oferecidos 04 cursos:

1. Desenho da cabeça humana.
2. Escultura: Modelagem da cabeça humana.
3. Pastel seco.
4. História da escultura.

Será entregue um CD com a apostila e um Certificado para cada curso.
Informações: info@lauranehr.com

5 de mai de 2008

uma lembrancinha !!!!!!!!

saudades de Dali......$$$$$$$$$$$$$$$..........


Apesar de não ser fã de sua obra, lembrei agora de Salvador Dali, que recebeu de André Breton (o papa e mentor do surrealismo)o apelido de AVIDA DOLLARS devido a seu declarado gosto pelas altas cifras que suas obras obtinham devido a um jogo muito bem ensaiado de marchands, galeristas, críticos, midia, decoradores, investidores inescrupulosos e novos ricos.
Parece até ingênuo comparado com as cifras que estes grandes-jovens-artistas-contemporâneos citados tem obtido................

mais sobre o rico escultor






Recentemente vendeu sua obra "The Love of God" (pelo amor de deus ou o amor de deus)um crânio incrustado de diamantes por $100 milhões de dólares (!!!!!!)
Nasceu em 1965, o mais proeminente do grupo Young British Artists.

Damien Hirst, escultor ingles contemporaneo



Damien Hirst, escultor inglês, queridinho da midia, saiu na revista Forbes como um dos nomes mais influentes (leia-se: $$$$$) das artes plásticas desta década.
Sua peça masi famosa: um tubarão numa cuba de vidro com líquido já está nos livros de arte, foi adquirida pela Tate Gallery.
Tem pesquisado também materiais não tradicionais, dentro da linha do objeto, do ready-made e, vá lá, instalação, considerando que os limites entre cada linguagem estão cada vez mais movediços.

2 de mai de 2008

Marc Quinn





Marc Quinn é um dos escultores atuais mais conhecidos e com obras compradas a valores altíssimos. Tornou-se conhecido em 1997, quando apresentou a obra Self na Saatchi Gallery de Londres, uma reprodução de sua cabeça feita com 4,5 litros de seu próprio sangue congelado, que permanecia ligada a um sistema de refrigeração. O artista levou cinco meses para retirar a quantidade de sangue necessária para produzir a obra.
Outra obra sua foi Alison Lapper Pregnant, uma escultura da artista plástica Alison Lapper, que nasceu sem os braços e com pernas curtas, grávida de oito meses, que ficou em Trafalgar Square, uma das praças mais famosas do centro de Londres, durante dois anos, após ter sido selecionada em concurso público.
Também é famoso por ter usado em suas obras materiais incomuns como gelo, pão, sangue e chumbo.
Outra obra muito veiculada pela midia foi o Retrato de Kate Moss em posição de yoga.